Pera Manca
Peramanca ScalaCoeli Cartuxa EA Cartuxa

VINHOS CARTUXA

Excelência, qualidade e individualidade num estilo muito próprio que marca a diferença e define um clássico do Alentejo.

EA

Tratam-se de vinhos do ano, com características próprias de vinhos jovens, fáceis de beber e para consumo imediato. Os vinhos brancos são produzidos a partir das castas Roupeiro, Perrum e Arinto.



EA

Tratam-se de vinhos do ano, com características próprias de vinhos jovens, fáceis de beber e para consumo imediato.



EA

A proposta da Adega Cartuxa para o dia-a-dia e ocasiões mais informais.
Produzido pela primeira vez em 2004.



EA

Tratam-se de vinhos do ano, com características próprias de vinhos jovens, fáceis de beber e para consumo imediato. Os vinhos tintos, tendo por base as principais castas alentejanas, caracterizam-se pela sua suavidade e juventude.



EA

Produzido a partir da casta Assario, plantada nas vinhas da Fundação Eugénio de Almeida e conduzidas em modo de produção biológico.



EA

Produzido a partir das castas Alicante Bouschet e Syrah, plantadas nas vinhas da Fundação Eugénio de Almeida e conduzidas em modo de produção biológico. 



Vinea Cartuxa

A proposta da Adega Cartuxa para o dia a dia e ocasiões mais informais.



Vinea Cartuxa

A proposta da Adega Cartuxa para o dia a dia e ocasiões mais informais.



Foral de Évora

A tradição do vinho na região de Évora remonta a tempos imemoriais. O Foral que D. Manuel I outorgou à cidade em 1501 disso dá testemunho.
Os vinhos brancos são produzidos a partir das castas Assario, Roupeiro e Arinto, sobressaindo as notas de juventude caracterizadas pelos aromas frutados e sabores frescos.



Foral de Évora

A tradição do vinho na região de Évora remonta a tempos imemoriais. O Foral que D. Manuel I outorgou à cidade em 1501 disso dá testemunho.Os vinhos tintos são produzidos a partir das castas Trincadeira, Alicante Bouschet a Aragonez,  com estágio em barricas novas de carvalho francês. Muito frutados, apresentam grande concentração e exuberância próprias da juventude.



Cartuxa Espumante

Na constante procura de produtos de alta qualidade, foi produzido na Adega Cartuxa, na vindima de 2007, o primeiro espumante DOC Alentejo - Évora, a partir da casta Arinto. Este vinho foi obtido pelo método clássico, resultando num vinho fresco e elegante que vem reforçar a excelência da marca Cartuxa.



Cartuxa Espumante

Na constante procura de produtos de alta qualidade foi produzido na Adega Cartuxa, na vindima de 2010, o primeiro espumante Rosé DOC Alentejo – Évora.
Este vinho foi obtido pelo método clássico, resultando num vinho fresco e elegante que vem reforçar a excelência da marca Cartuxa.



Cartuxa Espumante

Na constante procura de produtos de alta qualidade, foi produzido na Adega Cartuxa, na vindima de 2008, o primeiro espumante Reserva Bruto DOC Alentejo – Évora. Este vinho foi obtido pelo método clássico resultando num vinho fresco e elegante que vem reforçar a excelência da marca Cartuxa.



Cartuxa

Estes vinhos associam a sua qualidade ao nome dos monges Cartuxos que, desde 1598, levam uma vida solitária de oração no Mosteiro de Santa Maria Scala Coeli.

Os vinhos brancos têm por base as castas Antão Vaz, Roupeiro e Arinto, apresentam um aroma fino e um certo corpo, são persistentes e harmoniosos.



Cartuxa

Estes vinhos associam a sua qualidade ao nome dos monges Cartuxos que, desde 1598, levam uma vida solitária de oração no Mosteiro de Santa Maria Scala Coeli.

Os vinhos tintos têm por base as castas mais comuns do Alentejo: Trincadeira, Aragonez, Alfrocheiro, Periquita, Moreto e Tinta Caiada. Com estágio em madeira de carvalho, são vinhos com boa estrutura, elegantes e que combinam os aromas das castas utilizadas a um sabor persistente e complexo.



Cartuxa

Estes vinhos associam a sua qualidade ao nome dos monges Cartuxos que, desde 1598, levam uma vida solitária de oração no Mosteiro de Santa Maria Scala Coeli.
Os vinhos tintos têm por base as castas mais comuns do Alentejo: Trincadeira, Aragonez, Alfrocheiro, Periquita, Moreto e Tinta Caiada. Com estágio em madeira de carvalho, são vinhos com boa estrutura, elegantes e que combinam os aromas das castas utilizadas a um sabor persistente e complexo.

O Cartuxa tinto Reserva resulta de uma criteriosa selecção de castas das parcelas de vinha de maior idade da Fundação Eugénio de Almeida.



Cartuxa 50 Anos

Cinquenta anos depois de Vasco Maria Eugénio de Almeida ter criado a Fundação Eugénio de Almeida,
para promover o desenvolvimento social, cultural, educativo e espiritual da região de Évora,
a Instituição renova-se no compromisso de fazer Mais pelas pessoas, para mais pessoas e comemora o seu cinquentenário.

Neste âmbito, foi elaborado este vinho a partir da casta Alicante Bouschet e Syrah.


Não disponível



Cartuxa 50 Anos

Cinquenta anos depois de Vasco Maria Eugénio de Almeida ter criado a Fundação Eugénio de Almeida, para promover o desenvolvimento social, cultural, educativo e espiritual da região de Évora, a Instituição renova-se no compromisso de fazer Mais pelas pessoas, para mais pessoas e comemora o seu cinquentenário.

Neste âmbito, foi elaborado este vinho branco a partir de uvas das castas Assario, Arinto e Roupeiro. 



Cartuxa 50 Anos

Cinquenta anos depois de Vasco Maria Eugénio de Almeida ter criado a Fundação Eugénio de Almeida, para promover o desenvolvimento social, cultural, educativo e espiritual da região de Évora, a Instituição renova-se no compromisso de fazer Mais pelas pessoas, para mais pessoas e comemora o seu cinquentenário.

Vinho elaborado a partir de criteriosa selecção de bagos de uva apresentando desenvolvimento favorável da variante nobre do fungo Botrytis cinerea.

Não disponível



Cartuxa 50 Anos

Cinquenta anos depois de Vasco Maria Eugénio de Almeida ter criado a Fundação Eugénio de Almeida, para promover o desenvolvimento social, cultural, educativo e espiritual da região de Évora, a Instituição renova-se no compromisso de fazer Mais pelas pessoas, para mais pessoas e comemora o seu cinquentenário.

Neste âmbito, foi elaborado este vinho a partir das castas Touriga Nacional e Aragonez.



Cartuxa 50 Anos

Cinquenta anos depois de Vasco Maria Eugénio de Almeida ter criado a Fundação Eugénio de Almeida, para promover o desenvolvimento social, cultural, educativo e espiritual da região de Évora, a Instituição renova-se no compromisso de fazer Mais pelas pessoas, para mais pessoas e comemora o seu cinquentenário.

Neste âmbito, foi elaborado este vinho tinto a partir das castas Alicante Bouschet e Syrah. 



Scala Coeli

O vinho Scala Coeli (que em latim significa "escada para o Céu"), deve o seu nome ao Mosteiro de Santa Maria Scala Coeli, normalmente conhecido por Mosteiro da Cartuxa, local onde os monges Cartuxos permanecem em silêncio e oração.

Produzido a partir das melhores vinificações do ano, de castas estrangeiras ao Alentejo, foi produzido pela primeira vez em 2008.



Scala Coeli

O vinho Scala Coeli (que em latim significa "escada para o Céu"), deve o seu nome ao Mosteiro de Santa Maria Scala Coeli, normalmente conhecido por Mosteiro da Cartuxa, local onde os monges Cartuxos permanecem em silêncio e oração.

Produzido a partir das melhores vinificações do ano, de castas estrangeiras ao Alentejo, foi produzido pela primeira vez em 2005.


Não disponível




Scala Coeli

Scala Coeli, deve o seu nome ao Mosteiro de Santa Maria Scala Coeli, normalmente conhecido por Mosteiro da Cartuxa, local onde os monges cartuxos permanecem em silêncio e oração. Resulta das melhores vinificações de cada ano de castas menos tradicionais ao Alentejo.
Foi produzido pela primeira vez em 2011.

Por ser um vinho de exceção com elevado potencial de evolução mereceu a designação de reserva.



Pêra Manca

Pêra-Manca é a marca que a Fundação Eugénio de Almeida destina aos seus vinhos de excepção.
Os vinhos brancos têm por base as castas Antão Vaz e Arinto, apresentando uma cor citrina, um aroma frutado persistente, fino e complexo. Na boca, são macios, secos, complexos e equilibrados.

Não disponível



Pêra Manca

Pêra-Manca é a marca que a Fundação Eugénio de Almeida destina aos seus vinhos de excepção.
Os vinhos tintos são produzidos a partir das castas Trincadeira e Aragonez.

São vinhos encorpados, complexos e elegantes, com aroma a passas de frutos e essências das madeiras de estágio. Devido à grande qualidade dos taninos e madeiras utilizadas, são vinhos que apresentam grande longevidade, necessitando de algum tempo para revelar todo o seu potencial.

Não disponível